Fortaleza

Vereadora sugere criação do Programa “Escola Sem Censura”

Larissa, více-líder do PPL, sugere criação do Programa “Escola Sem Censura”. Foto: Genilson de Lima

A vereadora Larissa Gaspar (PPL) destaca um projeto de sua autoria, que institui o Programa “Escola Sem Censura”. De acordo com a parlamentar, uma das ideias do projeto é promover a educação contra o preconceito, violência, exclusão social, estigmatização das pessoas pela cor da pele, origem ou condição social dentro das escolas públicas ou privadas.

Larissa explica que seu projeto vai no sentido de garantir o pluralismo das ideias e de concepções pedagógicas, de garantir uma educação voltada para o enfrentamento de preconceitos, com liberdade religiosa, o fomento pela comunidade escolar e da organização democrática estudantil em grêmios, centros acadêmicos e similares.

“O projeto entrou em pauta e está sendo encaminhado para a Comissão de Constituição e Justiça, e espero contar com o apoio dos colegas no sentido de assegurar que esse programa seja implementado para oferecermos uma educação de qualidade e com formação extraclasse para ampliar o processo de formação e desenvolvimento de estudantes”, afirmou.

Dunas
A vereadora também se posicionou a favor da proteção das Dunas do Cocó, que não é mais considerada como Área de Relevante Interesse Social. Ela explicou que recentemente fez trilha nas dunas do Cocó e viu de perto o quanto que aquela área é importante não só para a parte paisagística e social, mas que exerce papel fundamental para os recursos hídricos de Fortaleza. “Elas captam as águas da chuva, filtram e as devolvem limpa e com qualidade para a bacia hidrográfica. As dunas são fundamentais para garantir o equilíbrio ecológico da cidade, é um espaço que tem que ser preservados para presentes e futuras gerações”, ressaltou.

Com informações da CMFor


Curtir: