Ceará

Vereadoras de Fortaleza visitam delegacia da mulher nesta terça

Eliana Gomes é a presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Fortaleza. Foto: CMFor

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Fortaleza, a vereadora Eliana Gomes (PCdoB), por oportunidade da Semana de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, realiza visitas às unidades da rede de defesa dos direitos da mulher em Fortaleza.

Atuais e futuras
Foram convidadas para o acompanhamento presencial destas instituições, a fim de realizar um relatório da política de atendimento à mulher no município, as vereadoras da atual legislatura e as mulheres eleitas para o mandato 2013-2016.

Antes
Já foram visitados o centro municipal e o estadual de atendimento à mulher. A terceira unidade a ser acompanhada pelo levantamento da Comissão, às 10 horas da manhã desta terça-feira (27/11), será a Delegacia da Mulher de Fortaleza, no bairro Benfica.

Violência
Segundo o Mapa de Violência 2012, do Instituto Sangari, entre 1980 e 2010 foram assassinadas aproximadamente 91 mil mulheres no Brasil, passando de 1.353 para 4.297 mortes, um aumento de 217,6% nas mulheres vítimas de assassinato, sendo 43,5 mil só na última década (2000 – 2010)

Assassinatos e agressões
No Ceará, nos seis primeiros meses deste ano, foram confirmados 122 assassinatos contra mulheres no Ceará, de acordo com a Secretaria de Segurança. A Delegacia da Defesa da Mulher em Fortaleza registrou até agosto deste ano 6.200 denúncias de agressões.

Tem que melhorar
A vereadora Eliana Gomes diz avaliar que com o aumento da demanda, impulsionada pela Lei Maria da Penha, deve haver uma maior potencialidade no atendimento oferecido à mulher vítima de violência. “Hoje, a única Delegacia da Mulher em Fortaleza funciona precariamente. Por isso, defendo não só a melhoria do equipamento, como fui autora da proposta da Campanha por mais uma delegacia da mulher em Fortaleza, que enviou mais de 6 mil cartões postais ao gabinete do Governador Cid Ferreira Gomes, no ano de 2011.”, destaca a parlamentar.

Com informações da Assessoria


Curtir: