Nacional

Versões históricas dos Relatórios da Presidência da República já estão disponíveis ao público

Versões históricas dos Relatórios da Presidência da República já estão disponíveis ao público. Na foto de Roberto Stuckert Filho, da Presidência da República, Dilma aparece com os ex-presidentes Lula, Collor, Sarney e FHC.

O presidente do Senado, José Sarney, anunciou  que foi finalizado o processo de digitalização do acervo do Relatório Anual da Presidência, o detalhamento de todas as atividades do Senado realizadas durante o ano. A partir de agora, estão disponíveis para acesso os documentos produzidos desde 1830.

“É uma grande contribuição que acabamos de dar a todos aqueles que se interessam por história e a todos os pesquisadores da história legislativa do Brasil”, disse.

Informação
Segundo Sarney, com a digitalização, fica garantida “a mais ampla acessibilidade possível aos relatórios da Presidência”, num trabalho feito por ação da Secretaria Geral da Mesa, da Secretaria Especial de Editoração e Publicações e da Secretaria de Arquivo e da Biblioteca do Senado, com o intuito de sistematizar e modernizar a oferta de informações disponíveis, até mesmo buscando cumprir as exigências da Lei de Acesso à Informação.

Pesquisa
São mais de 70 volumes de documentos históricos digitalizados em versão fac-similar, ou seja, com imagens dos relatórios produzidos ainda no Senado Imperial até os dias atuais. Entretanto, a Casa não possuía a totalidade da produção, o que exigiu intensa pesquisa feita nas bibliotecas do Senado, da Câmara e Nacional, além de outros acervos do país. Mesmo assim, não foi possível encontrar todos. Em alguns anos, simplesmente não houve a edição.

A partir de 1830
Portanto, estão digitalizados os relatórios anuais de 1830 até 1998, em versão fac-similar, copiados muitas vezes de alguma obra rara ou de exemplar único. A partir de 1999, o Senado já oferecia à sociedade uma versão detalhada e de fácil pesquisa.

Quer ver?
Para ter acesso aos relatórios, o leitor deve clicar em Atividade Legislativa-Resenhas e Relatórios, ou pelo link www.senado.gov.br/atividade/resenha

Com informações da Agência Senado


Curtir: